Foucault Genealógico: Considerações de Método para a Possibilidade de uma análise do poder

João Lourenço Borges Neto

Resumo


Em entrevista a Alexandre Fontana intitulada “Verdade e Poder”, publicada na coletânea organizada por Roberto Machado, Microfísica do Poder, Michel Foucault esclarece que em seus primeiros escritos, História da Loucura (1961) e Nascimento da Clínica (1963), o campo de análise acerca do poder não estava a sua disposição, deixa claro ao leitor que a situação política a qual se achava no momento o incapacitava para tal empreendimento. Segundo Foucault, somente após os acontecimentos revolucionários de 1968 houve fecundidade possível para análises do poder. Em 1970 o filósofo pronuncia sua aula inaugural no Collège de France, texto publicado com título de A Ordem do Discurso. Nota-se neste escrito, pela primeira vez e ainda não completamente elaborada, uma guinada metodológica no pensamento do filósofo que perpassará por textos como Vigiar e Punir (1975), História da Sexualidade – A vontade de saber (1976), Em defesa da Sociedade (1975-1976). O presente artigo, apresentado na XIX Semana de Filosofia da UFG, pretende discorrer sobre o texto Nietzsche, Genealogia e a História (1971), tendo em vista que é neste escrito que o método genealógico que o percorrerá Foucault por toda a década de 70 encontra-se mais maduro. E a partir desta questão de método, será possível alçar luzes para uma análise do poder conforme propõe Michel Foucault.

Palavras-chave


genealogia; Urprung; poder.

Referências


DREYFUS, Hubert; RABIBOW, Paul. Michel Foucault: Uma trajetória filosófica: para além do estruturalismo e da hermenêutica. Trad. Vera Portocarrero e Gilda Gomes Carneiro. 2. Ed. rev. Rio de Janeiro: Forense Universitária, 2010.

FOUCAULT, M. Verdade e Poder. In: Microfísica do poder. Rio de Janeiro: Graal, 1979.

_________, M. Nietzsche, A genealogia e a História. In:

Microfísica do poder. Rio de Janeiro: Graal, 1979.

_________, M. A Ordem do Discurso. São Paulo: Ed. Loyola. 1996

_________, M. A Genealogia e Poder. In: Microfísica do poder. Rio de Janeiro: Graal, 1979.

GIACOIA. Oswaldo. Filosofia da Cultura e Escrita da História: Notas sobre as Relações entre os Projetos de uma Genealogia da Cultura em Foucault e Nietzsche. O que nos faz pensar, Rio de Janeiro, v. 3, p. 24-50, setembro de 1990.

NIETZSCHE. F. Genealogia da Moral: Uma polêmica. Trad. Paulo César de Souza. São Paulo: Companhia das Letras. 1998.


Texto completo: PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




A Revista Inquietude é uma publicação (Qualis B5) do corpo discente da Faculdade de Filosofia (FAFIL) da Universidade Federal de Goiás (UFG). Este página é melhor visualizada utilizando o navegador Mozilla Firefox, e está gentilmente hospedado na servidora xanta.